A maior rede de cafeterias do Brasil, o Fran´s Café, desembarca no Aeroporto Internacional de Belém/Val-de-Cans (PA).

A partir desta quarta-feira (19/06), passageiros e usuários que utilizam o terminal paraense passam a contar com mais uma opção de alimentação instalada na sala de embarque doméstico. O espaço dispõe de área de aproximadamente 100 m² e funcionará 24h por dia.  

A implantação do estabelecimento faz parte da estratégia da Infraero para atrair grandes franquias ao mix comercial dos aeroportos administrados pela empresa, oferecendo marcas reconhecidas pelo público.

“É uma oportunidade para potencializar novos negócios e atrair mais investimentos para o terminal, visto que o empreendimento instalado é norteador para novos empresários”, explicou o superintendente do terminal, Fábio Rodrigues.  

Outra novidade é a participação do Fran´s Café no “Selo Compromisso com Cliente”, uma ação promocional proposta pela Infraero que tem como objetivo melhorar a experiência dos passageiros e usuários, incrementar vendas, gerar novos negócios e novos produtos no segmento de alimentação em Val-de-Cans.  

Além do Fran’s Café, oito estabelecimentos também participam da ação e contam com combos de lanches e refeições a preços mais acessíveis, entre R$15 e R$25 reais. No térreo estão o Califórnia Coffee e o Rei do Pão de Queijo.

Já no piso superior, as promoções podem ser adquiridas no Arthur Café, Muiraquitã, Café Elite, American Bar, além da Pizza Hut; e na sala de embarque, o American Bar.   


O passageiro pode identificar essas lojas através do “Selo Compromisso com Cliente” posicionados na fachada dos restaurantes e lanchonetes, e também por meio dos avisos sonoros emitidos pelo terminal.

“A Infraero tem negociado para que outros estabelecimentos participem da ação e criem ofertas atrativas aos passageiros, com objetivo de proporcionar um ambiente e uma experiência melhor para aqueles que frequentam o aeroporto”, destacou Fábio.   

É importante destacar que para operar no aeroporto os lojistas participam de processo licitatório para concessão da área e exploração dos serviços. Desse modo, o preço praticado no terminal é fixado pelos próprios estabelecimentos, levando em conta suas características, serviços, custos e margem de lucro.   

Atualmente, o Aeroporto de Belém conta com o funcionamento de 23 pontos comerciais dedicados à alimentação.