Flapper

Diante das fronteiras internacionais fechadas por conta da pandemia provocada pela Covid-19 e a necessidade do isolamento social, os voos de jatinhos particulares para a Argentina aumentaram no último mês.

A Flapper, empresa especializada em fretamento internacional, foi impactada positivamente por essa busca no mês de julho.

De acordo com Paul Malicki, CEO da Flapper, foram realizados apenas em julho mais de 30 voos nas rotas São Paulo – Buenos Aires e Porto Alegre – Buenos Aires, o que representa um aumento de 20x em comparação com o mesmo período de 2020. Segundo o executivo, “Existem grandes sinergias entre Brasil e Argentina no que diz respeito ao mercado de viagens. A situação atual nos encorajou a procurar por um Country Manager na Argentina e abrir um escritório local.”

De acordo com os dados da ANAC Argentina, o mercado local conta com 55 operadores de táxi aéreo, incluindo mais de 110 aviões homologados para táxi aéreo. O Aeroporto de San Fernando e o Aeroparque Jorge Newbery servem como duas principais portas de entrada para voos internacionais de táxi aéreo, concentrando mais de 90% de todos os voos de táxi aéreo para Argentina, de acordo com os dados da Flapper para os últimos dois anos.

Viajar com segurança e economia de tempo em filas de despachos de bagagens e check-in, além do embarque pelo hangar executivo, fez com que muitas pessoas buscassem o serviço durante o período de férias brasileiro.

“Tem gente querendo ir nos dois lados com a possibilidade de fazer viagens mais seguras, sem enfrentar a fronteiras fechadas, estimulando as vendas de ‘empty legs’, ou seja, voos de reposicionamento, com um custo reduzido que representa, em média, R$ 80 mil para um voo fretado (menos de R$ 50 mil na rota Porto Alegre – Buenos Aires), ou entre U$$1000-1500 para assentos individuais de um empty leg”, disse Paul Malicki.

As Empty Legs costumam ser muito atrativas, pois seus valores representam uma economia de até 60% em cima do preço original dos voos fretados.

Os modelos de aeronaves mais cotados com destino ao aeroporto de Buenos Aires são os jatinhos de pequeno porte, como Embraer Phenom 100, mas a empresa já realizou voos em aviões de turbo-hélice, incluindo os modelos mais econômicos como Caravan Grand, com espaço para até nove passageiros.

DEIXE UMA RESPOSTA