F-35A Força Aérea Real da Austrália
Os três novos F-35A taxiando na base aérea de Williamtown. Foto: Corporal Craig Barrett - RAAF.

A Força Aérea Real Australiana já recebeu 44 dos 72 caças F-35A Lightning II. A marca de 44 aviões na frota foi alcançada em 18/11 após a chegada de mais três aeronaves dos Estados Unidos. 

Os três aviões mais novos irão compor o No. 77 Squadron, unidade da Base Aérea de Williamtown. As aeronaves decolaram da Base Aérea de Eglin, no estado americano da Flórida, fizeram uma escala na base de Hickam, no Hawaii, para finalmente chegarem na Austrália.

A operação foi chamada de Exercício Lightning Ferry 21-4, que também marca o último voo de traslado dos F-35 australianos em 2021. “Nosso foco em 2021 foi erguer uma equipe de F-35A pronta para o combate”, disse o Wing Commander Tim Ireland, comandante do 77 Sqdn.

Continua depois do anúncio

Segundo ele, os novos F-35 ajudarão a “gerar uma força pronta capaz de se integrar a uma luta de ponta em todos os domínios.”

Antes do voo para a Austrália, os militares do esquadrão participaram do Exercício Lighting Spear 21 na Base Aérea de Eglin, de 01 a 05 de novembro. O Comandante afirma que o Lightning Spear era uma atividade de teste operacional com o objetivo de verificar a integração das armas.

“As atividades consecutivas de Lightning Spear e Lightning Ferry demonstram a agilidade e maturidade do No. 77 Squadron em operar com nosso mais recente F-35A”, disse Ireland. 

Continua depois do anúncio

Via Departamento de Defesa da Austrália