C-130J Super Hercules- Foto: Lockheed Martin

A Lockheed Martin  anunciou hoje que a comunidade global de operadores do C-130J Super Hercules ultrapassou recentemente 2 milhões de horas de vôo. Essas horas foram registradas desde o primeiro voo do C-130J em 5 de abril de 1996 até o final de julho de 2019 .

Vinte e dois operadores de 18 países contribuíram para essa conquista, adicionando horas em várias missões, incluindo combate, transporte, reabastecimento aéreo, operações especiais, medicina, assistência humanitária, busca e salvamento, reconhecimento climático, combate a incêndios e entrega de cargas comerciais.

Rod McLean , vice-presidente e gerente geral da linha de negócios de Mobilidade Aérea e Missões Marítimas da Lockheed Martin, anunciou o marco na Hercules Operators Conference, o evento anual da indústria e operador C-130 realizado em Atlanta.

C-130J Super Hércules Foto/Divulgação: U.s Airforce

“O C-130J ganhou a reputação de cavalo de batalha do mundo e essa conquista mais recente é um lembrete poderoso do alcance global incomparável do Super Hercules”, disse McLean. “As tripulações continuam a exemplificar a capacidade e versatilidade comprovadas do C-130J em todas as missões que voam. A equipe da Lockheed Martin se orgulha do trabalho das equipes do Super Herc que confiam no C-130J para apoiar missões vitais, tanto em casa como no exterior. “

Os países com variantes militares C-130Js que contribuem para essas horas de voo incluem (em ordem de entrega) o Reino Unido , os Estados Unidos (Força Aérea dos EUA, Corpo de Fuzileiros Navais e Guarda Costeira), Austrália , Itália , Dinamarca , Noruega , Canadá , Índia , Catar , Iraque , Omã , Tunísia , Israel , Kuwait , Coréia do Sul , Arábia Saudita , França e Bahrain. Também contribuem as operações de vôo da Lockheed Martin, cujas tripulações são as primeiras a voar todos os C-130J produzidos.

A Força Aérea dos EUA mantém a maior frota C-130J, com Super Hercs pilotados pelo Comando de Mobilidade Aérea, Comando de Combate Aéreo, Comando de Educação e Treinamento Aéreo, Comando de Operações Especiais e unidades da Guarda Nacional Aérea e da Reserva da Força Aérea. Além disso, as equipes da Agência de Gerenciamento de Contratos de Defesa apóiam os voos de teste do C-130J no site de aeronáutica da Lockheed Martin em Marietta, Geórgia , sede da produção do C-130.

FONTE: Lockheed Martin Aeronautics Company

DEIXE UMA RESPOSTA