Foto - Embraer

A Embraer finalizou a separação da sua divisão de aeronaves comerciais, do resto da unidade da empresa que cuida das divisões de Aviação Executiva e Militar.

Nesta segunda-feira (27/01) todos os funcionários da empresa voltaram ao trabalho, após a Embraer conceder férias coletivas e mais três dias de licença remunerada.

A divisão comercial da Embraer será dirigida através da Yaborã Indústria Aeronáutica S.A., que ficou com os bens, ativos líquidos, passivos, direitos e obrigações referentes à unidade de negócio de aviação comercial da Embraer.

A Boeing deterá 80% da nova empresa, denominada Boeing Brasil – Commercial, enquanto a Embraer terá os 20% restantes.

A Embraer anunciou em outubro que daria férias coletivas a todos os seus funcionários no Brasil, cerca de 15 mil trabalhadores, em janeiro, em preparação para a transferência do controle de sua divisão de aviação comercial para a norte-americana Boeing. 

De acordo com o comunicado desta terça-feira, a divisão de aviação comercial permanecerá integralmente na companhia até a obtenção de todas as aprovações das autoridades concorrenciais que analisam a parceria estratégica com a Boeing.

“As atividades de TI, bem como outras ações de segregação, previstas para serem executadas no mês de janeiro foram concluídas com sucesso e as duas empresas já estão operacionais para o desenvolvimento das suas funções”, disse a Embraer em referência aos três dias adicionais de férias coletivas, utilizados para testes nos sistemas da empresa.


 

DEIXE UMA RESPOSTA