O Esquadrão Joker (2°/5° GAV), sediado na Ala 10, em Parnamirim (RN), realizou a campanha de lançamento real de armamento. A atividade operacional aconteceu no dia 28/10 e foi a última fase do Curso de Especialização Operacional na Aviação de Caça (CEO-CA) de 2020, que preparou 23 pilotos estagiários para serem pilotos de caça da Força Aérea Brasileira (FAB).

O treinamento ocorreu na área do Estande de Tiro Aeronáutico de Maxaranguape, localizado a cerca de 80 km da Ala 10. Para cada missão, foram utilizadas quatro aeronaves A-29 Super Tucano. O lançamento dos armamentos aconteceu após um circuito de navegação à baixa altura e o ingresso na área do estande. Durante a fase, foram empregados foguetes SBAT-70, cartuchos das metralhadoras .50 polegadas e bombas de uso geral (BAFG-120), com 50 kg de explosivos, lançadas nos alvos táticos no solo.

O Comandante do Esquadrão Joker, Tenente-Coronel Aviador José de Almeida Pimentel Neto, ressaltou o trabalho dos instrutores e a dedicação dos pilotos estagiários para que, no curso, acompanhassem o fluxo operacional e mantivessem a qualidade na formação de pilotos de caça. “Hoje, podemos ver que aqueles jovens, que aqui entraram no início do ano cheios de sonhos e vontade de aprender, tornaram-se combatentes com a maturidade necessária para assumir as responsabilidades operacionais da Aviação de Caça e firmes no propósito de lutar pelos interesses nacionais”, concluiu.

Para o piloto estagiário do CEO-CA 2020, Tenente Victor Kazuo Nakandakari, esse é um momento especial na carreira operacional, o qual recompensa todo o esforço aplicado durante os últimos oito anos de formação para alcançar um sonho. “Ao decolarmos com uma aeronave carregada de armamento real, sentimos, sob as asas, a responsabilidade de manter a soberania do espaço aéreo brasileiro que, em breve, nos será confiada”, completou o Oficial.

Fonte: FAB

Fotos: Capitão Ranyer, Tenente Marcílio, Tenente Roveglia / 2°/5° GAV

DEIXE UMA RESPOSTA