Foto - GE Aviation

A GE Aviation declarou nesta segunda-feira (17/06) que está reprojetando uma peça estática, que vai no compressor do motor GE9X.

De acordo com a fabricante, ela identificou durante os testes uma deterioração anormal do componente, necessitando então de um re-projeto para minimizar futuros problemas. A peça fica localizada logo na parte frontal do compressor de baixa pressão.

O problema foi detectado no final de maio, quando as leituras da temperatura dos gases de escape estavam fora do intervalo esperado pelos engenheiros.

A GE disse que até agosto instalará uma peça “mais robusta” e reprojetada em todos os oito motores envolvidos no programa de testes GE9X.

Foto – GE Aviation

O vice-presidente da parte de motores comerciais, Bill Fitzgerald, disse que a GE ainda está no processo de determinar um cronograma de testes de voo para o motor modificado. Os testes em solo ainda estão sendo realizados, apesar da possibilidade do componente apresentar defeito.

A GE ainda mantém a expectativa de certificar o motor do 777X até o final de dezembro deste ano, o cronograma de realizar o primeiro voo do 777X no 3º semestre continua mantido.

Até agora, o programa GE9X acumulou cerca de 2700 horas de testes em solo e mais 450 horas em voo, com 71 decolagens.