Foto - COMAC/Reprodução

A General Electric (GE), fabricante norte-americana de motores, confirmou nesta semana que foi concedida aprovação para fornecer seu motor LEAP-1C para o COMAC C919, após uma crise envolvendo o Governo dos EUA e da China.

Espera-se que a aprovação dure pelo menos quatro anos e será uma boa dose de boas notícias para a GE, à medida que a empresa enfrenta a desaceleração da demanda por novas aeronaves.

Conforme relatado pela Reuters, o governo Trump anunciou nesta semana a aprovação do licenciamento para a General Electric (GE) para fornecer motores ao futuro C919 da China. O C919, em desenvolvimento pela COMAC, é considerado um concorrente do Boeing 737 e Airbus A320.

No início do ano, os EUA estavam debatendo a negação do pedido da GE de fornecer motores para o C919. A GE solicitou aprovação para fornecer seu motor CFM LEAP-1C para a próxima aeronave de fabricação em série, que deverá estar pronta para realizar voos comerciais em 2021. 

No entanto, em fevereiro, Trump falou sobre o assunto, deixando claro o resultado que ele queria. Em uma série de tweets, o presidente dos EUA disse:

“Quero que a China compre nossos motores a jato, os melhores do mundo … quero facilitar os negócios com os Estados Unidos, não é difícil. Todos na minha administração estão sendo instruídos, sem desculpas … OS ESTADOS UNIDOS ESTÃO ABERTOS PARA NEGÓCIOS! ”

DEIXE UMA RESPOSTA