Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

SITA Airports Aeroportos Aviões
Imagem: SITA

A SITA lançou o WorldTracer Lost and Found Property, uma solução habilitada com inteligência artificial que resolve um problema de um milhão de dólares para o setor de transporte aéreo: como devolver rapidamente aos proprietários itens deixados em aeronaves ou aeroportos.

Todos os anos, os passageiros deixam milhões de itens – incluindo telefones, carteiras e bolsas – em aviões e aeroportos, custando à indústria milhões de dólares em custos de recuperação. Pode custar até 95 dólares para gerenciar e recuperar um item perdido, incluindo registro, tratamento de consultas e ligações de clientes, armazenamento e postagem.

O Lost and Found Property aplica a solução WorldTracer da SITA, que é usada em 2.200 aeroportos pela maioria das companhias aéreas do mundo, Através do novo recurso, o custo de recuperação de itens perdidos é reduzido em 90%.

Os funcionários da companhia aérea podem registrar um item encontrado, criar um relatório de item perdido e validar uma correspondência em menos de dois minutos. A solução também acelera drasticamente o tempo gasto para localizar e devolver itens encontrados, com 60% desses itens devolvidos nas primeiras 48 horas.

Manipular bens perdidos atualmente ainda é feito, em geral, de forma manual. Várias partes interessadas estão envolvidas e, muitas vezes, a companhia aérea não tem controle ou visibilidade de todo processo. O tempo de demora ao combinar um item ao relatório complica ainda mais esse processo.

Os passageiros agora podem registrar uma reclamação usando seu dispositivo móvel em questão de segundos para relatar, pagar e organizar a recuperação, bem como rastrear seus itens em cada etapa.

Com tecnologia de ponta, como visão computacional, machine learning e processamento de linguagem natural, o WorldTracer Lost and Found Property pesquisa um banco de dados global de imagens e descrições para corresponder o item encontrado a um relatório de item ausente.

A solução usa o reconhecimento de imagem para identificar detalhes como marca, material e cor do item que falta. Ele também reconhece palavras semelhantes na descrição para fazer uma correspondência definitiva.

A companhia aérea pode então notificar imediatamente o proprietário e devolver o item. O passageiro e a companhia aérea têm total visibilidade do processo por meio do portal WorldTracer, não importa onde o item foi perdido no mundo, um recurso que deve melhorar significativamente a satisfação do passageiro.

David Lavorel, CEO da SITA At Airports & Borders(Aeroportos e Fronteiras), disse: “O WorldTracer é um grande exemplo de como a SITA continua a evoluir seu portfólio para atender às novas demandas da indústria. Por quase três décadas, o WorldTracer tem ajudado a rastrear malas extraviadas com sucesso. Agora, usando a nova tecnologia, estamos agregando mais valor, ajudando a indústria a ser mais eficiente e reduzir os custos com itens perdidos no momento em que é mais necessário.”

 

Via: SITA