GOL
Foto: Gabriel Melo/Aeroflap

A GOL Linhas Aérea (B3: GOLL4 e NYSE: GOL) divulgou hoje (28/07) uma Atualização ao Investidor. Todas as informações são apresentadas em reais (R$). As informações abaixo são preliminares e não auditadas.

A GOL está atualizando suas projeções financeiras face aos aumentos consecutivos nos preços brasileiros de querosene de aviação desde o início do ano, bem como os movimentos de repasse em tarifas, resultando em níveis de vendas e receita também maiores. Entre os destaques está uma alta na receita da companhia, pelo maior preço médio das passagens aéreas e uma esperada alta no transporte de cargas e em receitas adicionais.

Para 2022, a Companhia reitera seu foco na transformação da frota e prevê, que até o final do ano, 44 aeronaves 737-MAX estejam em operação, representando cerca de 32% da frota total. A companhia diminuiu a frota máxima que espera fechar 2022, de 140 aeronaves para 138.

Apesar de manter praticamente a mesma perspectiva de aviões em operação, a GOL espera uma redução na oferta de assentos e nas decolagens, conforme a tabela abaixo.

Para ajudar investidores e analistas no entendimento de como a GOL aborda seu planejamento de curto-médio prazo com os indicadores a seguir: