GOL pode demitir milhares em impasse com aeroviários

A GOL Linhas Aéreas pode estar próxima de realizar uma demissão em massa de aeroviários, assim como a Azul e a LATAM Brasil, após um impasse com o grupo de sindicatos que representam a categoria.
 
Esta questão foi alertada à equipe do Portal Aeroflap pelos próprios aeroviários, que estão à poucas horas de ter as negociações classificadas como encerradas, se o impasse continuar.
 
Os aeroviários são representados por dois grupos de sindicatos, os filiados ao FNTTA (Federação Nacional dos Trabalhadores em Transporte Aéreo), que representam os sindicatos de Rio de Janeiro, Minas Gerais, Campinas, Alagoas, Amazonas e São Paulo, e os filiados à FENTAC (Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT) que representam os sindicatos de Pernambuco, Guarulhos, Porto Alegre e o SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários que engloba mais de 20 bases).
 
Desde dia 16 de Junho o ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) da GOL ,que prevê redução de jornada de trabalho e manutenção dos empregos por 12 meses, foi aprovado por todos os sindicatos filiados à FNTTA com mais de 90% de votos favoráveis. 
 
Já os Sindicatos filiados à FENTAC apresentaram uma outra proposta para a GOL. A GOL não aceitou a proposta dos Sindicatos Filiados à FENTAC, e em contrapartida apresentou uma contra-proposta no dia 23 de Junho.
 
Os Sindicatos de Guarulhos (SINDIGRU) e Porto Alegre colocaram essa contra-proposta da GOL em votação para os trabalhadores decidirem se aprovam ou não. Os trabalhadores de Porto Alegre aceitaram a contra-proposta, mas os trabalhadores de Guarulhos rejeitaram a contra-proposta.
 
Com relação ao SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários) aconteceu algo que está incomodando muito os aeroviários. A diretoria do SNA simplesmente não colocou em votação a contra-proposta da GOL.
 
Dessa forma os aeroviários de mais de 20 bases estão reféns do SNA, sendo impedidos de aderirem ao Plano de Demissão Voluntária, Licença Não Remunerada ou plano de aposentadoria da Gol.
 
Como forma de pressionar o Sindicato foi até criado um abaixo assinado para pressionar que o Sindicato coloque em votação a contra-proposta da Gol, para que os trabalhadores possam escolher se aceitam ou rejeitam. 
 
http://chng.it/LS7tgTck  (link do abaixo-assinado)
 
O impasse está tão grande que as negociações precisaram ser intermediadas pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho).
 
Dado este enorme impasse, e o fato de já estarmos em meados de julho, a GOL Linhas Aéreas está ficando sem alternativas e poderá adotar a Redução de Força de Trabalho para que possa preservar o caixa e resistir a esse período tão difícil e sem precedentes na Aviação.
 
Na LATAM e Azul estima-se que mais 5000 aeroviários foram demitidos pelas duas companhias, após alguns cortes de custos, e de redução de equipe de trabalho. Na GOL os cortes também podem ser extensos, pelo tamanho da companhia e a quantidade de aeroportos atendidos.
 
 
 
Veja mais nos links abaixo:
 
 
 

DEIXE UMA RESPOSTA