A GOL Linhas Aéreas tomou uma medida neste ano para contornar a falta de aeronaves 737 MAX na sua frota, após um extenso período de aterramento, alugou aviões 737-800 da Jet Airways, uma companhia que paralisou suas operações em abril deste ano, praticamente no mesmo período que a Avianca Brasil saiu do mercado.

Com a LATAM e a Azul reforçando as suas frotas com aviões da Avianca Brasil, inclusive os A320neo de nova geração, no caso da Azul, a GOL arrendou os cinco aviões 737-800 para conseguir crescer praticamente na mesma proporção que suas concorrentes.

Agora, com a nova certificação do 737 MAX se aproximando de ser emitida, fontes afirmam que a companhia quer expandir ainda mais seus pedidos para o 737 MAX, e novamente a Jet Airways está envolvida.

A GOL supostamente transferiu alguns slots de encomendas da Jet Airways, de acordo com uma publicação do portal AirportWebcams.

Por enquanto essa transferência envolve apenas slots de produção, que estavam alocados para encomendas da Jet Airways, e não é possível afirmar sobre uma um aumento das 135 encomendas que a GOL tem para a família 737 MAX.

Em um ritmo de produção limitado das fabricantes, ganhar slots de produção significa que a companhia aérea pode receber antes as suas próprias encomendas, acelerando a renovação da frota.