Depois de sofrer pressão do Procon-SP para suspender as operações com o Boeing 737 MAX 8, a GOL Linhas Aéreas decidiu revisar o seu posicionamento anterior e paralisou por tempo indeterminado as operações com as aeronaves deste modelo.

A GOL tem 7 aviões deste tipo na sua frota, sendo que quatro deles ficam realizando voos internacionais de Brasília e Fortaleza para Miami e Orlando, devido a sua capacidade de realizar voos com alcance de até 6500 quilômetros sem escalas, algo não realizado pelo 737-800.

Ainda nesta segunda-feira recebemos uma informação direto da companhia aérea, que uma reunião foi realizada entre a ANAC, GOL e Boeing, para esclarecer diversos pontos operacionais do 737 MAX 8, e revisar medidas de segurança.

Em uma rápida pesquisa do Portal Aeroflap, algumas aeronaves já estão fora de operação desde o início da tarde de hoje. 

O voo de Miami até Brasília (G3 7749) que deveria decolar às 23h45, conta como cancelado no site FlightStats. Vale ressaltar que a aeronave PR-XMC, que seria responsável por este voo, está no momento em Miami, pois cumpriu hoje um voo de Brasília para Miami.

A GOL opera com mais 114 aviões do modelo 737-800 NG, não afetado por qualquer norma de segurança e que podem sustentar as operações da malha atual.

A ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) disse estar acompanhando as investigações sobre o acidente com um Boeing 737 MAX 8 da Ethiopian Airlines, que ocorreu neste último domingo, levando ao falecimento de 157 pessoas.


Na frota da GOL, o 737 MAX 8 nunca apresentou incidentes ou acidentes, desde que a companhia começou a operar voos comerciais com essa aeronave, em julho de 2018.

 

Em nota a GOL disse:

A GOL Linhas Aéreas informa que desde o início das operações com o avião Boeing 737 Max 8, em junho de 2018, já realizou 2.933 voos, totalizando mais de 12.700 horas, com total segurança e eficiência. Atualmente a frota da companhia é composta por 121 aeronaves Boeing, das quais sete modelos 737 Max 8.

Sendo Segurança o valor número um da GOL, que direciona absolutamente todas as iniciativas da empresa, a companhia informa que por liberalidade, a partir das 20:00 horas de hoje, suspenderá temporariamente as operações comerciais das suas aeronaves 737 Max 8.

A GOL reitera a confiança na segurança de suas operações e na Boeing, parceira exclusiva desde o início da companhia em 2001, e esclarece que está acompanhando de forma intensiva todos os fatos, que permitam o retorno das aeronaves às operações regulares da companhia no menor espaço de tempo possível.

Os Clientes com viagens previstas nas aeronaves 737 Max 8 serão, a partir de hoje, comunicados e reacomodados em voos da empresa ou de outras companhias aéreas, como a nossa parceira Delta Air Lines. A central também permanece à disposição pelo telefone 0800 704 0465. A empresa continuará operando os destinos internacionais de longo curso com os aviões Boeing 737 NG, sem previsão de cancelamento na malha.

Essa decisão foi previamente comunicada à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que estabelece as regras para a Aviação Civil no Brasil.

A GOL pede desculpas pelos transtornos causados e conta com a compreensão de todos os seus Clientes.