A GOL divulgou hoje seus resultados financeiros do 3º trimestre, e aproveitou para apresentar as suas novas projeções financeiras para 2018 e 2019.

De acordo com a companhia, as projeções estão ajustadas para refletir movimentos na capacidade dos concorrentes, as recentes variações nos preços de petróleo, a apreciação da moeda dólar versus a BRL, os resultados iniciais da incorporação das aeronaves 737 MAX 8 na frota, as atividades de gerenciamento da receita e menor utilização de créditos fiscais.

Por conta de um maior crescimento do mercado, a GOL projetou um aumento da receita para 2019, ao mesmo tempo que espera fechar este ano com mais aeronaves em sua frota total.

Já o lucro por ação diminuiu para 2018, devido ao problema cambial e o alto preço do petróleo, que aumentou os gastos com combustível, em compensação esse entrave já está sendo solucionado, com uma melhora do cenário externo e a eleição presidencial com seu resultado já definido.

A receita com carga deve diminuir um pouco em 2019, como podemos ver na tabela acima, assim como a oferta de assentos pode diminuir no próximo ano, em comparação com a perspectiva anterior da companhia.