Aeroporto de Linhares
Foto: Hélio Filho/Governo ES

Após passar por melhorias para ampliar a capacidade operacional, o Aeroporto de Linhares, no Espírito Santo, está apto a receber aeronaves de maior porte para transportar passageiros e cargas.

Além de passar por reformas, o aeródromo teve a pista de pouso e decolagens ampliada para 1860 metros, o que possibilita a movimentação no local de aeronaves como o Boeing 757/200 – modelo que comporta até 239 passageiros em uma única classe.

Importante para a conexão logística entre o norte do estado com as demais unidades da federação, a ampliação do aeródromo impulsionará a economia e o turismo no litoral capixaba.

As intervenções contemplaram construção e sinalização luminosa das novas pistas de pouso e decolagem e de táxi; melhoramento da pista de táxi já existente (B) e sinalização horizontal. Foram investidos cerca de R$ 30 milhões, sendo em torno de R$ 18 milhões recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac) e o restante, contrapartida do Executivo estadual, conforme previsto em convênio firmado com a União em 2011. O investimento na estação meteorológica é de R$ 3,6 milhões.

Com a homologação da nova pista pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em 21 de fevereiro, o terminal aéreo está apto a executar operações diurna e noturna de voos VRF (Visual Flight Rules) e turboélice, bem como de aviões de maior porte.

A administração do aeroporto é responsabilidade da prefeitura do município e o governo do estado trabalha na contratação das obras de reforma e ampliação do terminal de passageiros.

“O Governo Federal olha para a infraestrutura do Espírito Santo de forma estratégica. Com a nova pista do aeroporto de Linhares, vamos ver a aviação regional pujante, avançando no estado. Os investimentos federais no Espírito Santo são fundamentais à conexão logística, à economia e ao Turismo”, afirmou o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio. Ele adiantou que em breve será instalada a estação meteorológica automática em solo.

 

Via: Ministério da Infraestrutura