Governo Português cita uma possível estatização da TAP Air Portugal

TAP

O Governo Português voltou a citar uma possível nacionalização da TAP Air Portugal, como forma de ajudar a companhia aérea durante a recuperação econômica.

A possibilidade de nacionalização foi citada durante uma entrevista do ministro das Finanças de Portugal, Mário Centeno, à TVI, nesta última segunda-feira, dia 13 de abril.

“Sobre a TAP, por exemplo, tem desafios únicos. Há muitas formas de intervir, mas essa também é uma delas”, disse Mário Centeno.

“Já ouvi colegas meus, insuspeitos, de lhes passar pela cabeça tomar decisões, até como ministros das Finanças, que não nos passaria pela cabeça tomar há mês e meio. Portanto, não seria correto nem verdadeiro que eu dissesse que qualquer opção fosse tabu”, afirmou Mário Centeno, durante uma entrevista à TVI.

Centeno foi questionado sobre o plano de recuperação da economia, que prevê nacionalização de empresas por parte do Governo Português.

O governo português descarta financiar a recuperação de empresas, sem “comprar” uma participação na mesma.

Desde a “privatização” da TAP, em 2015, o governo português tenta nacionalizar novamente a companhia, mesmo após extensas mudanças realizadas pelo Atlantic Gateway na TAP, como a renovação da frota e as mudanças do produto, que atraíram mais clientes e fizeram a TAP bater recordes em passageiros transportados.


O consórcio Atlantic Gateway, formado por David Neeleman e Humberto Pedro, detém 45% da TAP, sendo o restante do capital dividido entre os trabalhadores e o Governo Português.

 

DEIXE UMA RESPOSTA