F-35 A USAF Front
Lockheed Martin F-35A Lightning II. Foto: Ronald Bradshaw - USAF.

O Gabinete do Governo Tailandês concordou em apoiar a Força Aérea Real Tailandesa (RTAF) na aquisição dos quatro primeiros caças stealth F-35 Lightning II, confirmou um porta-voz da instituição nesta quarta-feira (12). 

Segundo a Reuters, o gabinete concordou com o orçamento para um período de quatro anos a partir do ano fiscal de 2023, que se inicia em outubro, disse o porta-voz da Força Aérea, Vice-Marechal Prapas Sornchaidee, a repórteres.

A RTAF quer adquirir um total de oito caças F-35 para substituir os F-16 ADF (Air Defense Fighter) Block 15. Os aviões mais antigos foram desativados ano passado e eram operados na Base Aérea de Korat, a 250 quilômetros da capital Bangkok. 

F-16 ADF RTAF
F-16A ADF da RTAF. Foto: Pannathon K -Airliners.net

Falando ao Bangkok Post ainda antes do anúncio oficial de hoje, uma fonte do governo disse que “esta resolução foi alcançada em uma reunião do gabinete hoje [terça-feira] e a proposta estava contida em um arquivo que estava carimbado como ‘secreto'”.

No início do mês, o comandante da RTAF, Napadej Dhupatemiya, confirmou o interesse da Força Aérea pelo caça furtivo norte-americano, apontando que o modelo de 5ª Geração é mais moderno e mais barato que o seu concorrente, o Saab Gripen E

F-35 gun
F-35A disparando o canhão GAU-22, montado internamente. Foto: USAF.

Napadej afirmou que o F-35 surgiu como a melhor opção, agora que os custos foram reduzidos. Enquanto o Gripen (adquirido pelas forças aéreas do Brasil e da Suécia) tem um custo de aquisição unitário de US$ 85 milhões, o F-35 pode ser comprado por US$ 82 milhões. Quando chegou ao mercado, o F-35 custava US$ 142 milhões.

O militar também disse que, dependendo das negociações, o F-35 pode ser adquirido por pouco mais de US$ 70 milhões a unidade. O Governo dos EUA está trabalhando junto da Lockheed Martin para reduzir o valor para US$ 77.9 milhões neste ano. A Força Aérea Tailandesa já opera 11 caças JAS-39C/D Gripen há mais de 10 anos. Além desses, a organização possui 51 F-16A/B, 33 F-5E/F Tiger II e 18 Alpha Jet. 

Gripen RTAF
Elephant Walk com caças JAS-39C/D da Força Aérea Real da Tailândia. Foto: RTAF/Divulgação.

Apesar da aprovação do Gabinete, o novo caça da RTAF ainda não foi escolhido. No pronunciamento de hoje, o Vice-Marechal Prapas disse que a aeronave a ser comprada será escolhida por dois comitês encarregados de avaliar a adequação de diferentes caças. Além disso, a compra deve ser aprovada pelo Departamento de Estado, Departamento de Defesa e o Congresso dos Estados Unidos. 

DEIXE UMA RESPOSTA