Grécia fecha encomenda de 2,3 bilhões de euros para caças Rafale

Dassault Rafale
Dassault Rafale- Foto: Dassault Aviation

Depois de se candidatar para comprar 20 caças do modelo F-35, fabricados pela norte-americana Lockheed Martin, a Grécia também firmou uma compra de caças Rafale, fabricados pela Dassault Aviation, da França.

Ao todo serão 18 caças Rafale, da versão F-3R, ao valor total de 2,32 bilhões de euros. Estes serão equipados com uma atualização para receber diversos tipos de mísseis.

Os novos caças Rafale e F-35 reforçam a posição do país na OTAN, além de melhorar a parte militar do país em seus conflitos particulares com a Turquia.

Dassault Rafale- Foto/Divulgação Dassault Aviation

A Dassault Aviation, por sua vez, vai iniciar as entregas dos 18 caças em 2021, finalizando as mesmas em 2023. É uma entrega bem rápida, considerando os padrões do mercado de aviação militar. Boa parte dessa característica é pelo estilo da encomenda, com 12 caças já em uso pela Força Aérea da França.

Além disso, a Grécia também deverá receber rapidamente seus novos caças F-35A, visto que os mesmos eram fabricados para a Turquia, que não receberá os caças por sanções dos EUA.

Atualmente a Força Aérea da Grécia conta com caças Mirage 2000, bem como caças F-16 Fighting Falcon e F-4 Phantom, o que demostra um grande laço bélico da Grécia com os EUA e a França.

 

Aeronaves francesas na Grécia

Em um breve histórico de aquisições gregas em relação a caças da Dassault, temos a compra de 40 caças Mirage F1 em 1974, logo após isso houve a compra de 40 caças Mirage 2000 em 1985, finalizando o lote de caças Mirage, com a compra de 15 caças Mirage 2000-5 em 2000.


Mirage 2000-5 da Grécia- Foto: Força Aérea Helênica

Entretanto, a Grécia ainda opera caças de outros modelos como os F-16 Block 52, que estão passando por uma atualização que vai introduzir no caça o novo radar APG-83 AESA.

Todavia, o governo grego ainda tem interesse na compra de alguns caças F-35A de 5º geração, mas até o momento não se tem informação de como estão as negociações com o Pentágono.

 

DEIXE UMA RESPOSTA