Dassault Rafale francês. Foto: Julien Fechter/Força Aeroespacial Francesa.

Segundo informações da mídia grega, a Força Aérea Helênica estaria cogitando a aquisição de mais seis caças Dassault Rafale da França. 

Em janeiro os dois países formalizaram a aquisição, por US$ 3,04 bilhões, de 18 caças, sendo 12 usados, oriundos da frota da Força Aeroespacial Francesa e outros seis novos de fábrica, todos no padrão F3R. A compra também inclui mísseis SCALP e Exocet. 

Os primeiros Rafales gregos devem chegar ao país em julho desse ano, com o resto sendo entregue em 2022 e 2023. A própria Força Aérea Francesa já encomendou mais caças para fechar a lacuna deixada pela compra da Grécia. Agora, o portal grego protothema.gr afirma que o governo local pensa em comprar mais unidades.

Caça Rafale sobre Paris. Foto: Armeé de l’Air.

Segundo o Aerotime Hub, citando a mídia local grega, autoridades estão pensando em expandir o  332º Esquadrão “Falcon”, aumentando a frota para 24 aeronaves. Uma fonte militar disse ao portal grego: “Um esquadrão tem pelo menos 18 caças. Um bom número para um esquadrão de guerra é 24.” Atualmente a unidade opera caças Mirage 2000-5. 

Quatro pilotos da Força Aérea Helênica já iniciaram o treinamento na França para se acostumar com o Rafale. Os técnicos gregos também começaram a treinar com seus colegas franceses. 

Além da França, o caça está em serviço com as forças do Catar, Índia e Egito.

Caças Rafale e Su-30MKI durante o Exercício Garuda V. Foto via DefPost.