rafale haf
Caças Rafale da HAF.

Como havíamos antecipado no início deste mês, a Força Aérea Helênica (HAF) recebeu nesta quarta-feira (19) os seus seis primeiros caças Dassault Rafale. As aeronaves pousaram na base aérea de Tanagra, sua nova sede operacional. 

As aeronaves, quatro Rafale EG monosposto e dois Rafale DG de dois assentos, decolaram na manhã de hoje da sede da fabricante Dassault Aviation em Istres, na França.

https://twitter.com/Snips_99/status/1483767875802443781

Continua depois do anúncio

Sob os comandos dos primeiros pilotos de Rafale da HAF, os caças foram recebidos em Tanagra pelo primeiro-ministro grego Kyriakos Mitsotakis, acompanhado pelo ministro da Defesa Nacional Nikolaos Panagiotopoulos e demais autoridades. Éric Trappier, presidente e CEO da Dassault, também esteve presente. 

Antes do pouso em Tanagra, os novos aviões sobrevoaram a Acrópole em Atenas, acompanhados de caças Mirage 2000, também sediados na base. Já nas novas instalações, os aviões receberam o tradicional batismo d’água e bênçãos cerimoniais. 

Os caças chegaram ao país pouco menos de um ano depois da assinatura do contrato inicial para aquisição de 18 aeronaves. Em 25/01/2021, Grécia e França oficializaram a compra de 12 aeronaves usadas e seis unidades novas de fábrica. Em setembro, o Primeiro-Ministro anunciou que decidiu comprar mais seis Rafales, aumentando para 24 o número de aeronaves adquiridas.

Continua depois do anúncio

Mitsotakis disse que os jatos aumentarão o poder de dissuasão do país. “Os novos caças tornam nossa força aérea uma das mais fortes da Europa e do Mediterrâneo e selam o acordo de defesa greco-francês.”

O Ministro Panagiotopoulos sublinhou que a chegada dos aviões é um momento especial para a cooperação entre os dois países. Essas aeronaves superiores de última geração multiplicam o poder de dissuasão da Força Aérea e fortalecem nossa capacidade de enfrentar qualquer desafio de segurança em nossa área”, afirmou. 

 
As aeronaves são todas do padrão F3R, o mais avançado em serviço atualmente, e a partir de agora serão operadas pelo Esquadrão 332 da 114ª Ala de Combate da Base Aérea de Tanagra. O Rafale é o terceiro modelo francês a operar na base, que hoje é sede dos deltas Mirage 2000 e já abrigou caças Mirage F1. 
 
O contrato entre Paris e Atenas também inclui treinamento de pilotos e técnicos, suporte logístico e de manutenção e outros itens. Em termos de armamento, os Rafale EG/DG receberão mísseis ar-ar MICA e Meteor, mísseis antinavio Exocet e o míssil de cruzeiro SCALP. Tanto o Exocet quanto o MICA já são operados pela HAF nos Mirage 2000. 
 
Rafale M Exocet
Um Rafale M decola armado com mísseis ar-ar MICA e um míssil antinavio AM-39 Exocet.

“A mestria com que a Força Aérea Helénica realizou este primeiro voo de traslado é um testemunho da excelência da nossa cooperação e da força da nossa relação histórica com a Grécia há mais de 45 anos. Graças à nossa mobilização, conseguimos atender às expectativas das autoridades gregas em tempo recorde, que agora têm o Rafale em território nacional para reforçar a proteção e a soberania do país. Também atesta a excelente qualidade de nossas aeronaves, confirmada pelo sucesso nas exportações. Por último, reflete o nosso total empenho em satisfazer as necessidades do HAF e em participar nas ambições estratégicas da Grécia”, declarou Éric Trappier no final da cerimônia. 

Segundo a Dassault, o próximo lote de Rafales gregos será enviado ao país no final de 2022, com o objetivo de ter toda a frota implantada na Base Aérea de Tanagra até o verão [do hemisfério norte] de 2023.
 
Rafale EG Grécia
Um dos seis primeiros Rafale após o tradicional batismo com água. Foto: @isozygio
Além da compra dos 24 aviões franceses, Atenas ainda deseja adquirir 20 caças stealth F-35 Lightning II dos Estados Unidos.