Rafale Grécia
O primeiro Rafale grego, entregue ao cliente no dia 21 de julho. Foto: Dassault.

A Força Aérea Helênica (HAF) deve receber os seus primeiros caças Dassault Rafale no dia 19 deste mês, pouco menos de um ano depois da assinatura do contrato para aquisição de 18 aeronaves. 

Em 25 de janeiro de 2021, os ministros da defesa da França e Grécia assinaram o contrato de US$ 3,04 bilhões para a compra de 18 caças Rafale, sendo 12 usados pela Força Aérea Francesa e outras seis aeronaves novas de fábrica.

Rafale B Grécia
Foto: Dassault.

Os jatos são todos do padrão F3R, o mais avançado em operação atualmente. O acordo também cobre os armamentos, treinamento de pilotos e mantenedores, suporte técnico e logístico e demais itens. 

Agora, a HAF se prepara para receber os novos aviões em seu território. Entre os dias 17 e 19, seis Rafales, quatro monopostos e dois biplace, serão levados da França para a Grécia, aponta o jornal grego Protothema. Os caças serão pilotados pelos oito primeiros pilotos de Rafale da HAF, treinados pela Dassault e a Força Aérea Francesa na Base Aérea de Merignac, no sudoeste da França.

Rafale B Grécia
Dassault/Divulgação.

As aeronaves se juntarão à 114ª Ala de Combate, com sede na Base Aérea de Tanagra, perto da capital Atenas. A manutenção e a infraestrutura de apoio para as novas aeronaves ainda estão sendo finalizadas. 

O Rafale será o terceiro caça francês consecutivo a operar na 114ª Ala. Em agosto de 1975 a unidade recebeu o primeiro Mirage F1CG, modelo que serviu na Ala até 2003, quando foi aposentado. A partir de 1988, a 114ª Ala passou a receber o Mirage 2000, modelo que permanece em serviço até os dias de hoje na versão Mirage 2000-5. 

Além dos mísseis ar-ar MICA IR e EM, o contrato entre Paris e Atenas inclui os mísseis antinavio Exocet e mísseis de cruzeiro SCALP. A aquisição de caças Rafale dos estoques da Força Aérea Francesa garantiu não só uma compra mais barata mas também permitiu que a HAF recebesse seus aviões mais rapidamente. 

Rafale M Exocet
Um Rafale M decola armado com mísseis ar-ar MICA e um míssil antinavio AM-39 Exocet.

O primeiro Rafale grego foi apresentado em julho de 2021. Em setembro, o Primeiro-Ministro grego Kyriakos Mitsotakis anunciou durante a Feira Internacional de Thessaloniki que decidiu comprar mais seis Rafales, aumentando para 24 o número de aeronaves adquiridas. Além do Rafale, a Grécia ainda quer adquirir 20 caças stealth F-35. 

O Dassault Rafale tem se destacado no mercado de aeronaves de caça. O jato multimissão francês demorou um certo tempo para obter pedidos de exportação, mas em 2021 foi encomendado pelo Egito, Croácia, Emirados Árabes Unidos e a própria Grécia. Atualmente, o caça está em serviço na França, Índia, Catar e Egito. No final de dezembro, foi revelado que a Sérvia deseja comprar o Rafale também. 

DEIXE UMA RESPOSTA