GRU Airport recebe um milhão de kits de testes rápidos de COVID-19

O Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, recebeu, na tarde desta quinta-feira (09/04), o segundo voo da Vale com insumos para ajudar no combate à disseminação do novo coronavírus no país.

A carga é composta por um milhão de kits de teste rápido e pouco mais de 1 milhão de equipamentos de proteção individual (EPIs) para profissionais de saúde. Os insumos serão doados ao Ministério da Saúde.

Assim como a última carga, de 500 mil kits de testes, recebida pela GRU Airport, em 30 de março, os suprimentos vieram da China, a bordo de um avião da Emirates.

O voo EK0261 partiu na madrugada de ontem do Aeroporto Internacional de Guangzhou Baiyun, na província chinesa de Guangdong, e chegou às 17h30 em Guarulhos. O lote refere-se a um total de 15,8 milhões de EPIs e 5 milhões de kits de teste rápido, adquiridos pela mineradora, que serão integralmente doados ao governo federal. Nesta remessa, vieram 1 milhão de máscaras cirúrgicas descartáveis e 2.250 óculos de proteção.

A operação denota mais uma vez o papel da GRU Airport como prestador de serviços essenciais. As operações do Aeroporto Internacional de São Paulo seguem ativas, com uma malha essencial de passageiros e sem qualquer alteração na programação de seus voos cargueiros internacionais para viabilizar o trânsito de agentes de saúde, suprimentos farmacêuticos e médico-hospitalares.

 

Sobre o Terminal de Cargas da GRU Airport

Líder no setor de transporte de cargas aéreas e processamento de passageiros, o Aeroporto Internacional de São Paulo, localizado na cidade metropolitana de Guarulhos, administrado pela GRU Airport, é o maior complexo aeroportuário da América do Sul.


O Terminal de Cargas (TECA) possui 99 mil m², onde todos os dias são processadas, em média, 900 toneladas de cargas aéreas importadas ou exportadas.

Com mais de R$ 45 milhões investidos em sete anos de concessão, o TECA tem sido destaque em vários segmentos, entre eles Automotivo (62%), Têxtil (61%) e Farmacêutico (50%).

 

DEIXE UMA RESPOSTA