A companhia aérea Gulf Air, do Bahrein, e a Royal Jordanian Airlines, da Jordânia, declararam hoje (03/01) que suspenderam as suas operações para o Iraque, após uma acentuada escalada de tensões políticas na região.

A Gulf Air normalmente opera um voo diário entre o Bahrein e a cidade central de Najaf, bem como voos cinco vezes por semana para a capital iraquiana, Bagdá.

“A Gulf Air gostaria de informar seus passageiros que todos os voos que chegam e partem de Bagdá e Najaf, na República do Iraque, foram suspensos até novo aviso, devido à situação de segurança no Iraque”, afirmou a companhia em comunicado no seu site hoje, 3 de janeiro. “A companhia aérea continua monitorando a situação de segurança no Iraque, onde a segurança e a proteção de passageiros e tripulantes é sua principal prioridade”.

A Royal Jordanian, que opera 18 voos entre a capital jordana Amã e Bagdá, diz que suspendeu esses voos, mas que suas conexões com outras cidades iraquianas como Najaf, Irbil e Basra não são afetadas e estão operando normalmente.