Foto - Hi-Fly/Divulgação

Neste final de semana a Thomas Cook recebeu uma proposta de compra por parte do grupo português Hi Fly, após receber anteriormente propostas da Lufthansa, da Virgin Atlantic, do Indigo Partners.

A companhia que tem uma frota de 100 aviões busca desde fevereiro um novo investidor e dono para a empresa. Essa seria uma interessante expansão para o Grupo Hi Fly, que entraria no mercado de aviação do Reino Unido, com voos regulares também a partir da  Alemanha e Escandinávia.

Foto – Thomas Cook Airlines/Divulgação

O valor da proposta não foi divulgado na publicação da Agência Reuters, e todo o processo corre em segredo total.

Também há na proposta uma oferta para comprar a companhia aérea Condor, que faz parte de Thomas Cook e estava à venda desde fevereiro deste ano.

A companhia Condor já foi do Grupo Lufthansa, que vendeu todas as ações em 2009, terminando uma parceria que perdurava desde 1959.

Anteriormente a Thomas Cook já foi cliente da Hi Fly, quando alugou temporariamente um A380 da empresa para cumprir voos regulares. O regime de arrendamento foi de wet leasing, que inclui a tripulação técnica e de cabine, mecânicos e seguro para o avião e passageiros.

DEIXE UMA RESPOSTA