Foto: Lockheed Martin

O Ministério da Defesa holandês confirmou na última terça-feira que há planos de comprar mais nove caças F-35A Joint Strike Fighters como parte de um aumento nos gastos com a defesa.

A Holanda já havia encomendado caças F-35A, sendo que o primeiro foi apresentado em janeiro deste ano, no Texas, EUA.

F-35A Holandês- Foto/Divulgação: Lockheed Martin

Na cerimônia de apresentação do primeiro caça de 5º geração da Holanda, o Comandante da Força Aérea Holandesa, Dennis Luyt, disse que “receber este F-35 na Base Aérea de Leeuwarden será um grande impulsionador de mudança para a nossa Força Aérea e terá um tremendo impacto sobre a relevância de nossa Força Aérea como parte da coalizão”.

A Holanda é um dos países pioneiros no Programa F-35 e isso com certeza ajudou para que seja possível essa nova aquisição de nove outros novos caças Stealth. Com a chegada dos nove F-35A adicionais a RNLAF terá 46 unidades do caça de 5º geração.

O ministro da Defesa Ank Bijleveld-Schouten disse: “Estamos dando passos adiante. Para fortalecer e modernizar ainda mais nossas forças armadas, investiremos em nosso pessoal e compraremos novos equipamentos. Mas ainda precisamos realizar muitas manutenções em atraso que são desesperadamente necessárias. Vamos reparar e modernizar ao mesmo tempo.”

Passagem de alta performace do F-35A Lightining II- Foto da Força Aérea dos EUA por Airman Sênior Alexander Cook

O financiamento liberado para Holanda também foi um ponto chave para essa caminhada da aquisição de novos caças. Em 2020 os gastos seriam elevados e iriam girar em torno de € 11 bilhões (US $ 12 bilhões), € 3 bilhões a mais do que os gastos com defesa baixos em 2014, mas ainda bem aquém dos gastos em defesa da OTAN.

Até então a Holanda teria 37 caças F-35A, com a possível compra de mais nove este número iria subir para 46 unidades do caça. Atualmente a Holanda tem 52 unidades do F-16AM Fighting Falcon e duas unidades entregues do F-35A.

Fonte de apoio: Aviation Week / Edição: Aeroflap