A Holding que administra a Air Europa, e que planeja começar voos domésticos em breve, já iniciou as negociações com pelo menos dois governos, da Bahia, através da Prefeitura de Salvador, e de São Paulo,secretário de Turismo e Cultura de Salvador, Cláudio Tinoco. através da Secretaria do Turismo.

A companhia aérea também está conversando com o Grupo Vinci Airports, que administra o terminal do Aeroporto de Salvador.

“Ela já tem três voos semanais, contratos de abastecimento e tripulação treinada aqui, além de ótima relação conosco, fruto de um trabalho que tocamos nos últimos anos”, disse o secretário de Turismo e Cultura de Salvador, Cláudio Tinoco, que negocia com a companhia novos voos da mesma no mercado doméstico.

No nordeste a GOL utiliza o Aeroporto de Fortaleza (CE) como hub, enquanto a Azul distribui seus voos através do Recife (PE). Antes de entrar em recuperação judicial, a Avianca utilizava Salvador como base regional no nordeste.

Salvador também está recebendo propostas da Norwegian Air Argentina e da chilena Sky Airlines, para voos internacionais.

Enquanto isso, o Secretário de Turismo do estado de São Paulo está animado com a possibilidade da presença da Air Europa. O mais recente estímulo do estado foi a redução do ICMS no combustível de aviação, como forma de atrair mas voos regionais e também domésticos a partir do estado.

“A quebra de burocracia impulsiona uma melhora no Turismo. Com a redução do ICMS do combustível de aviação, por exemplo, mais voos devem ser oferecidos a partir de aeroportos paulistas”, disse Vinicius Lummertz em uma entrevista ao Panrotas.