Turismo
Foto: Ministério do Turismo

Além do setor aéreo, que ultrapassou a marca de 2,1 milhões de passageiros, o feriado de Finados (02.11) também registrou saldo positivo para a hotelaria nacional. Isso porque, de acordo com um levantamento realizado pelo Ministério do Turismo, os hotéis dos principais atrativos do país registraram taxas de ocupação acima dos 75%. Destinos como Foz do Iguaçu (PR), Poços de Caldas (MG) e Tutóia (MA) – porta de entrada para os Lençóis Maranhenses – atingiram ocupação máxima no período.

Segundo o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, o fim das restrições nos destinos e o avanço da vacinação têm levado todo o setor a registrar bons índices nessa retomada. “Estamos felizes em ver que os brasileiros estão voltando a viajar pelo nosso país. Isso é fruto da união de esforços entre os membros do governo federal que permitiram a vacinação da população e, consequentemente, o fim das restrições ao setor. Estamos cada vez mais perto de atravessarmos este terrível período pelo qual o turismo passou”, concluiu.

No Rio Grande do Sul, a Região das Hortênsias, que compreende os municípios de Gramado, Canela, Nova Petrópolis, Picada Café, São Francisco de Paula e Caxias do Sul, registrou uma média de 80% de ocupação hoteleira. Quem também atingiu esse índice foram as cidades de Caldas Novas (GO), Rio de Janeiro (RJ), Balneário Camboriú (SC), Salvador (BA) e Cabo de Santo Agostinho (PE).

Os hotéis da baixada santista, em São Paulo, tiveram ocupação média de 90%, mesmo índice da hotelaria do estado de Alagoas, Ilhéus (BA) e Fernando de Noronha (PE), que teve 92% de sua capacidade atingida. Outros destinos nordestinos como João Pessoa (PB), Ipojuca (PE) e Tamandaré (PE) registraram ocupação acima dos 80%.

SELO TURISMO RESPONSÁVEL – Até o momento, mais de 6,3 mil meios de hospedagem aderiram ao Selo “Turismo Responsável, Limpo e Seguro”, lançado pelo Ministério do Turismo em 2020. Trata-se de uma sinalização visual que confere maior credibilidade às empresas do setor que, declaradamente, assumiram o compromisso de cumprir protocolos de biossegurança contra a Covid-19. Os estados onde mais hotéis já aderiram ao Selo são São Paulo (925), Rio de Janeiro (663) e Minas Gerais (560).

O Selo “Turismo Responsável, Limpo e Seguro” do Ministério do Turismo busca auxiliar a retomada de atividades do setor seguindo requisitos de biossegurança. A iniciativa estabelece protocolos sanitários recomendados a 15 segmentos que integram o Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), além de um conjunto de orientações aos turistas. Atualmente, o certificado já foi emitido por mais de 30 mil estabelecimentos turísticos do país. Saiba mais AQUI.

Via: Ministério do Turismo 

DEIXE UMA RESPOSTA