Como líder mundial em conversões de aeronaves de Passageiro para Cargueiro (P-2-F), a IAI BEDEK converteu com sucesso mais de 260 aeronaves, que acumularam mais de 2.500.000 horas de voo operacional, nos últimos 40 anos.

Entre essas aeronaves estão diferentes tipos de Boeing 737, 757, 767, 747 e o MD-11, com a conversão do B777 atualmente em desenvolvimento no IAI.

O Boeing 737 representa uma parte significativa das conversões P-2-F da IAI. Como um avião pequeno, o B737 oferece a flexibilidade e a economia em voos de transporte de carga para distâncias curtas e médias.

No passado, a IAI fornecia conversões para B737-300 / 400, mas agora se concentrou na versão NG e atualmente fornece conversões P-2-F para 737 -700 e -800.

Desde que recebeu o Supplemental Type Certificate (STC) para converter o B737-700 em 2017, a IAI é a única empresa a realizar a conversão total em cargueiro para aeronaves desse tipo, enquanto outros oferecem configurações Combo, transportando um mix de passageiros e carga.

Como em outras conversões, IAI desenvolveu a conversão BEDEK Special Freighter (BDSF) e tem certificados de tipo suplementares (STCs) da FAA e EASA para a conversão do B737-300 / 400/700 e /800. Esses BDSFs oferecem excelente custo operacional com aviônica avançada, desempenho aprimorado e redução no consumo de combustível e nos custos de manutenção.

Essas conversões incluem uma modificação abrangente da aeronave, uma nova porta de carga na fuselagem, instalação de Sistemas de Detecção e Supressão de Fumaça e Fogo e sistema de drenagem do piso.

Paralelamente à conversão do B737-700, a IAI desenvolveu uma conversão separada para o B737-800, de fuselagem mais longa, que tem uma carga útil muito maior. No início de 2020, o IAI recebeu o STC para a conversão do B737-800.

“A IAI opera linhas de conversão para o B737 em Israel, México e China, onde as aeronaves passam por todas as inspeções necessárias e manutenção pesada, como parte da conversão para a configuração de carga”, disse Eran Cohen, Diretor do Programa de Conversões B737 do Grupo de Aviação da IAI. “O processo de conversão leva entre 90 e 100 dias (dependendo do modelo específico) e inclui todas as modificações necessárias. Após o processo, a aeronave é capaz de cumprir sua nova função de aeronave cargueiro, pelo resto de sua vida operacional. A IAI também oferece suporte completo de serviços de MRO para essas aeronaves.”

Até 2020, o preço do mercado de reposição do B737-800 permaneceu alto demais para conversões econômicas devido à alta demanda e ao encalhe dos B737-MAX.

“A situação mudou com o surto da pandemia COVID-19”, disse Cohen. “Hoje, com as operações de aeronaves de passageiros drasticamente reduzidas e o encalhe de frotas, as companhias aéreas estão eliminando aeronaves relativamente novas, como o Boeing 737-800.”

Os operadores de carga estão ansiosos para introduzir essas aeronaves em suas frotas, enquanto as companhias aéreas as estão usando para transportar pacotes em suas cabines.

Com a conversão completa para BDSF, essas aeronaves podem transportar duas ou até três vezes mais carga, de forma mais eficiente, com carga e descarga mais rápidas.

“Hoje, as aeronaves B737-800 estão disponíveis para conversões de carga a preços muito mais baixos do que há apenas quatro meses. Essa tendência abriu o mercado e esperamos um maior crescimento da demanda”, Cohen concluiu.