Índia pode desistir de compra de caças suecos após possível oferta da SAAB de caças Gripens para o Paquistão

Gripen 39-7

A Índia pode rejeitar a oferta sueca do Gripen, após relatos que a empresa sueca SAAB também está oferecendo caças Gripen para o Paquistão. Ambos os países não têm boas relações diplomáticas, tendo já acontecido um conflito armados entre as duas nações.

A Índia tem um programa para modernização de sua força aérea, e para isso pretende adquirir 114 novos caças. O caça sueco está no momento na lista dos candidatos.

No entanto, não é apenas os caças Gripen E que estão na jogada, mas também o Sistema de Alerta e Controle Aerotransportado (AWACS) da Suécia.

A SAAB tem como vetor de vigilância aérea o SAAB 2000, uma aeronave com dispositivos como radares e demais sensores eletrônicos para uma vasta cobertura aérea feita em voo.

“A natureza da indústria é tal que, devido às circunstâncias relativas ao produto e ao cliente, mais informações sobre o cliente não serão anunciadas”, conforme comunicado divulgado pela Saab.

Vale ressaltar que no caso do Paquistão, o país já opera ao menos seis SAAB 2000 na configuração AWACS. 

Entretanto, a Índia continua sua vasta compra de equipamentos militares, incluindo os caças Rafales que já estão sendo entregues, além de um novo pedido de caças russos MiG-29.


 

DEIXE UMA RESPOSTA