O Comitê do Gabinete Indiano para Segurança (CCS) deu, nesta quarta-feira (08), a aprovação final para a Índia adquira e fabrique um total de 56 aeronaves de transporte Airbus C295MW. Os novos aviões vão substituir os antigos Avro 748 da Força Aérea Indiana.

Dos 56 aviões, 16 serão fabricados pela Airbus na Espanha, enquanto os outros 40 serão fabricados na própria Índia pela companhia Tata. As primeiras aeronave serão entregues em até dois anos a partir do início do período contratual. “Este é o primeiro projeto do gênero em que uma aeronave militar será fabricada na Índia por uma empresa privada”, afirma um documento divulgado pelo Ministério da Defesa indiano.

“Antes da conclusão das entregas, as instalações de manutenção do Nível ‘D’ (MRO) para aeronaves C-295MW estão programadas para serem instaladas na Índia”, acrescentou o documento. “Espera-se que esta instalação funcione como um hub regional de MRO para várias variantes de aeronaves C-295.” 

O programa faz parte da iniciativa governamental ‘Make in India’ para impulsionar a economia nacional, devendo gerar 600 empregos altamente qualificados diretamente, mais de 3.000 empregos indiretos e 3.000 oportunidades de emprego de média qualificação, afirma o Governo Indiano.

Equipado com dois motores PW127G, o C295 pode transportar sete toneladas de carga, cinco pallets, 24 macas para evacuação aeromédica, 71 soldados ou 50 paraquedistas. Desenvolvido a partir do CN-235, o C295 está em serviço em 15 países em diversas variantes, incluindo Brasil, Portugal, Chile, Canadá, Polônia, Vietnã, Arábia Saudita e outros. 

DEIXE UMA RESPOSTA