Crédito: Cacio Murilo/MTur

O Índice de atividades turísticas no país voltou a crescer, após ter interrompido, em dezembro de 2020, uma sequência de sete altas consecutivas na movimentação econômica do setor. Assim, em janeiro de 2021, o índice subiu 0,7%, impulsionado, principalmente, pelo segmento de transporte aéreo, que registrou alta de 11,1%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta terça-feira (09.03) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Desta forma, o turismo no Brasil alcança nove resultados não negativos consecutivos (8 taxas positivas e 1 estável). Entre maio de 2020 e janeiro de 2021 o setor de turismo avançou 122,8%, encurtando o distanciamento para os níveis registrados antes da pandemia.

Crédito: Cacio Murilo/MTur

Ao todo, em janeiro deste ano, 9 das 12 cidades pesquisadas mostraram taxas positivas, com destaque para o Rio Grande do Sul (+11,4%), Distrito federal (+10,4%) e Rio de Janeiro (+4,4%).

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, reforça que, desde o início da pandemia de Covid-19 o governo federal tem adotado diversas ações em apoio ao setor. “Atuamos para reduzir os efeitos negativos no setor, protegendo tanto turistas quanto aqueles que tiram do turismo o seu sustento. O selo Turismo Responsável, lançado ainda no ano passado, é um exemplo destas iniciativas e reforça o nosso compromisso em promover um ambiente seguro para possibilitar o retorno das atividades a partir da adoção de protocolos de biossegurança por todo o setor”, destaca.

   Pesquisa Mensal de Serviços –   Volume de Atividades Turísticas       

 Variação dez/2020 a jan/2021

  UF    Variação
 RS   11,4
 DF   10,4
 RJ    4,4
 SC    4,3
 ES    3,8
 BA    3,2
 CE    1,8
  PR    1,3
   PE    0,6
   BRASIL   0,7

Fonte: IBGE/PMS

 

Fonte: Ministerio do Turismo