O Governo da Indonésia a Lockheed Martin confirmaram a aquisição de aeronaves de transporte C-130J Super Hércules. Em comunicado, a Força Aérea do país do sudeste asiático afirmou que um número não determinado de aviões está sendo adquirido junto à fabricante americana. 

Segundo os portais Flightglobal e Defense News, Jakarta estaria comprando cinco aeronaves novas dos EUA através de um contrato de Venda Comercial Direta. “Ao obter uma aeronave com motores, tecnologia e sistemas aviônicos modernos, dá-se um grande passo para a Força Aérea da Indonésia adaptar a doutrina de operações de transporte aéreo”, disse o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea Marechal do Ar Fadjar Prasetyo.

Recentemente, Prasetyo fez uma visita às instalações da Lockheed em Marietta, Georgia, onde conheceu o cockpit do C-130. Ele acrescentou que o avião será usado tanto em operação militares quanto de ajuda humanitária. 

Prasetyo na sede da Lockheed em Marietta.

“Como operador de longa data do C-130, as tripulações da Força Aérea Indonésia há muito exemplificam a potência, a versatilidade e a capacidade encontradas apenas em um Hércules”, afirma a fabricante em comunicado. “A Lockheed Martin tem a honra de dar as boas-vindas à Indonésia à família mundial C-130J Super Hercules. A força e a potência adicionais do comprovado C-130J Super Hercules aumentarão a capacidade das tripulações da Força Aérea Indonésia de apoiar qualquer missão – a qualquer hora, em qualquer lugar – nas próximas décadas.”

Segundo dados de frotas do portal Cirium, a Indonésia tem 24 Hércules em seu inventário, sendo seis C-130B, 11 C-130H, seis C-130H-30 e um KC-130B. A idade média da frota é de 47,3 anos, variando de 39,3 anos a 61,2 anos. As aeronaves são operadas pelos 31º, 32º e 33º esquadrões do Força Aérea. Embora a Indonésia seja uma grande operadora do C-130, ela também sofreu vários desastres importantes com o modelo. Isso inclui acidentes fatais em 2015 e 2016, resultando em um total de 159 mortes.

DEIXE UMA RESPOSTA