A Infraero assinou nesta quinta-feira (30/05) a Ordem de serviço para o início das obras de reforma, ampliação e modernização do terminal de passageiros do Aeroporto de Navegantes – Ministro Victor Konder (SC).

A solenidade contou com as presenças da presidente da Infraero, Martha  Seillier, da superintendente do terminal, Andréia Nandi, do secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, além de autoridades estaduais e municipais. 

De acordo com a presidente da Infraero, a obra está modulada por etapas, com demolições e construções de tal forma que os passageiros e as companhias aéreas sintam o mínimo possível dos impactos da obra, que vai triplicar o espaço do aeroporto, que integra um polo turístico e econômico.

“As melhorias previstas para o terminal resolverão o gargalo da falta de estrutura para o passageiro. Essa obra não conflita com os investimentos futuros que este aeroporto receberá após a sua concessão”, disse Seillier.

As obras serão conduzidas pela Construtora Porto Beton, vencedora da licitação, e terão início imediato, com previsão de entrega em 18 meses. Com investimento de R$ 47,5 milhões, o aeroporto passará de 5,2 mil m² de área total construída para 13,6 mil m², o equivalente a quase dois campos de futebol.

Os trabalhos fazem parte de um conjunto de medidas da Infraero para aprimorar e modernizar o terminal de passageiros e, assim, garantir mais conforto e segurança a usuários e passageiros. Estão previstas a ampliação e reforma das áreas de check-in, embarque e desembarque, com climatização total da área e instalação de novas esteiras, elevadores e escadas rolantes. Outro benefício será a melhoria e aumento da área dos sanitários. 

O terminal catarinense também terá as áreas comerciais ampliadas, bem como dos órgãos públicos e da infraestrutura básica do aeroporto, tais como energia elétrica e abastecimento de água, por exemplo. Além disso, está prevista a ampliação, reforma e modernização de todo o conjunto de navegação aérea visando melhorias operacionais e de segurança. 


Abaixo estão as principais alterações que a obra da Infraero promoverá no aeroporto catarinense:

AMBIENTE   

TERMINAL EXISTENTE   

TERMINAL PÓS REFORMA E AMPLIAÇÃO   

AMPLIAÇÃO (EM %)   

Terminal atual (m²)   

5.200   

13.698   

163,42%   

Saguão público (m²)   

1.244   

2.735  

119,86%   

Inspeção de embarque (m²)   

65   

405  

523,08%   

Implantação de sala internacional (m²)   

0   

567  

567%   

Sala de embarque (m²)   

483 

2.857

491,51%   

Sala de desembarque (m²)   

428   

1.458

240,65%

Sanitários (m²)   

180   

643 

257,22%   

Área comercial   

1.065   

2.119

98,97%   

Esteiras de restituição de bagagem   

2   

4  

100%   

Órgãos públicos (m²)   

85   

369

334,12%   

 


O Aeroporto 

Inaugurado em 12 de março de 1970, o Aeroporto de Navegantes passou a ser administrado pela Infraero em 1980, e hoje é considerado o maior aeroporto em movimentação de cargas de Santa Catarina. 

A três quilômetros do centro da cidade e geograficamente bem localizado em relação às cidades de Penha, Itajaí, Balneário Camboriú, Blumenau e outras, o Aeroporto de Navegantes registrou, em 2018, mais de 1,9 milhão de viajantes, entre operações de embarque e desembarque. E até abril de 2019, já foram registrados 693.224 viajantes – aumento de 6,75% em relação ao mesmo período do ano passado. Diariamente, operam em Navegantes voos diretos para Santos Dumont e Galeão (RJ), Congonhas, Campinas e Guarulhos (SP) e Porto Alegre (RS). Os serviços são oferecidos pelas companhias Gol, Latam e Azul. 

Segundo o secretário de Aviação Civil Ronei Glanzmann, o terminal faz parte da sexta rodada de concessões de aeroportos, que deve acontecer no segundo semestre de 2020. Após o leilão, haverá um período de transição da operação da Infraero para o futuro concessionário.

“Até a assinatura do contrato e transição operacional, podemos colocar mais uns 9 a 10 meses. O concessionário privado estará chegando no Aeroporto de Navegantes em meados de 2021”, afirmou.