Depois de ameaçar vender todos os aviões Sukhoi Superjets da sua frota, a Interjet, uma companhia aérea do México, parece que mudou um pouco sua opinião sobre o avião.

Atualmente a Interjet opera com 22 aviões SSJ100, e tem mais quatro encomendados, e o novo plano da companhia é pelo menos retirar parte desses aviões nos próximos anos.

Algumas rotas, que atualmente são realizadas com os SSJ100, podem ser realizadas com o A320neo no futuro, mas a companhia ressalta que ainda tem interesse no avião russo, mas com as atualizações para fazer sentido na parte operacional e econômica.

Ao todo a companhia espera receber 20 aviões do modelo Airbus A320neo nos próximos cinco anos.

A frota da Interjet é composta por 47 aviões A320ceo, seis A321ceo, três A320neo e sete A321neo.