Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

A investigação de um incidente com um voo da TUI Airways, que ocorreu em 21 de julho de 2020, descobriu um erro que causava uma diferença na quantidade de peso informada para o voo, e o real peso da aeronave.

O sistema de reservas da companhia foi atualizado durante um período em que as operações da TUI Airways foram suspensas como consequência da pandemia.

Após isso, a companhia mudou algumas listagens internas, até mesmo para seu departamento de despacho operacional. O novo sistema listava as mulheres como “Ms”, e “Miss” para as crianças.

Como resultado, o sistema de check-in acabou por informar as mulheres como “Miss” ao sistema interno da companhia, no final classificando as mulheres adultas como crianças.

O problema é a diferença entre o peso informado. Para as mulheres, o peso considerado nos dados do voo é de 69 kg, e para crianças o peso considerado é de 35 kg.

Como resultado o despacho operacional do voo BY-7226, de Birmingham (Reino Unido) para Palma de Maiorca (Espanha), informou um peso total do avião com 1244 kg abaixo da massa real de decolagem. Os pilotos, com esses dados na mão, inseriram erroneamente no computador de bordo do avião, afetando toda a performance do mesmo.

Os dados da investigação mostram que 38 mulheres foram registradas incorretamente como crianças.

Boeing 737 MAX TUI

Mas esse problema não afetou somente o voo BY-7226. Os investigadores apontaram que no dia anterior, em outra aeronave, 3 mulheres adultas foram registradas como crianças, em 21 de julho de 2020 mais três voos da companhia, um deles sendo o voo do incidente registrado, partiram com dados incorretos.

A TUI Airways disse que já corrigiu o problema, identificado no próprio dia 21 de julho pela companhia. Desde então os voos estão sendo operados corretamente.

 

Observação

Mesmo com o erro, os dados de peso considerados por padrão na aviação são bem otimistas. Desta forma, o avião envolvido nesse incidente informado decolou com mais potência nos motores em comparação com o necessário de acordo com os dados corretos.

 

Com informações de The Aviation Herald.