Uma equipe de investigadores do National Transportation Safety Board (NTSB) conseguiu recuperar a caixa-preta (CVR) do Boeing 767-300ER, que sofreu um acidente perto de Houston no dia 23 de fevereiro.

O gravador de voz do cockpit foi enviado para um laboratório do NTSB em Washington, DC, para a análise dos dados, e extração da gravação.

O gravador de dados ainda não foi encontrado, os investigadores também não apontaram como conseguiram achar o CVR, visto que antes havia uma suspeita de que esses componentes estavam enterrados nas margens da Trinity Bay, devido à força do impacto.

A Atlas Air, operadora do 767 cargueiro já confirmou a morte dos três tripulantes, o capitão Ricky Blakely, o copiloto Conrad Jules Aska, além de Sean Archuleta, piloto da transportadora regional Mesa Airlines e que estava sem função no voo.

A aeronave perdeu contato de rádio enquanto sobrevoava Trinity Bay, perto de Anahuac, cerca de 48 quilômetros distante de Houston. O 767 estava operando o voo 5Y-3591.