Aeroflot Confisco Rússia Irã
Foto: Richard Vandervord (CC BY-SA 4.0), via Wikimedia Commons

Em um acordo bilateral, o Irã concordou em ceder e exportar peças de aeronaves e equipamentos de manutenção para a Rússia.

Segundo o acordo, a Organização Iraniana de Aviação Civil mediará o fornecimento e exportação de peças e equipamentos fabricados no Irã para a Rússia, incluindo serviços de reparo e manutenção e suporte técnico de aeronaves russas por centros de reparos iranianos. 

Além disso, o acordo também prevê mais voos entre os dois países, a fim de estimular o maior fluxo de passageiros.

Por conta dos conflitos da Rússia no território ucraniano, muitos países do ocidente aplicaram sanções como resposta, situação que vem se arrastando desde fevereiro deste ano. 

Com isso, não só as companhias russas, mas também os aeroportos tiveram uma brusca redução na sua movimentação, incluindo a falta de peças e o fim de contratos de leasing de aeronaves ocidentais que operam nas companhias da Rússia.

Além do apoio operacional, o Irã também se comprometeu a fornecer equipamentos militares, incluindo drones que podem servir para atividades de ataque e vigilância.

Por outro lado, a Ucrânia vem recebendo um apoio semelhantes, principalmente por parte dos Estados Unidos e dos países que fazem parte da OTAN.

Com informações: Novaya Gazeta