Itapemirim PS-SFC
Foto: Itapemirim/Divulgação

A mais nova companhia aérea brasileira, a Itapemirim, já está enfrentando problemas com atraso de salários e também do pagamento de vale-alimentação de seus funcionários. Segundo informações do Estadão, a companhia quitou somente ontem (10) os valores referentes ao salário do mês de julho.

Ainda segundo o portal, funcionários sob anonimato relataram que o vale-alimentação chegaram a ficar 3 meses atrasados, porém junto ao salário foram quitados também o vale-alimentação. O Sindicato Nacional dos Aeronautas convocou uma reunião para esta sexta-feira (13) para debater a situação da Itapemirim e de seus funcionários.

Os funcionários relataram ainda que os salário estão sempre sendo pagos com atrasos, mas segundo a Itapemirim disse que houve problemas com relação aos pagamentos apenas neste último mês.

A ITA teve de refazer o seu planejamento para os primeiros meses de operação, que foram iniciados somente no dia 1º de julho. A companhia planejava estar com 10 aviões em operação, entretanto apenas três estão em operação e com mais dois em manutenção. Devido a falta de aeronaves, diversos comissários e pilotos contratados ainda no começo do ano, não realizaram nenhum voo.

Devido a crise no setor e também a falência da Avianca, diversos profissionais perderam seus empregos e visaram uma oportunidade nova de trabalho no setor com a ITA. Segundo o Estadão, foram relatados que alguns pagamentos de salários foram realizados por PIX de outras empresas que não a ITA Transportes Aéreos.

A Diretora de Marketing Daniela Rocha informou que os pagamentos realizados pelas empresas Viação Itapemirim e Viação Caiçara são registradas no balanço da holding da Itapemirim. Ainda segundo Daniela, os funcionários estão insatisfeitos pois ainda não estão voando, mas que conforme chegam novas aeronaves esses tripulantes serão acionados para voarem.

 

 

Fonte: Estadão

DEIXE UMA RESPOSTA