Japan Airlines realiza voo especial no Boeing 787 para buscar chama olímpica

A Japan Airlines utilizou um Boeing 787 para ir a Grécia em uma realização especial. Este não foi um voo foi como qualquer outro, o Boeing 787 de matricula JA837J estava com a missão de coletar a Chama Olímpica antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020.

A cada quatro anos, em Atenas, a chama olímpica é acesa nos Jogos Olímpicos de Verão do respectivo ano. Em seguida, segue para o país anfitrião dos jogos. Em 2008 foi em Pequim, 2012 viu a chama subir para Londres e, em 2016 voou para o Rio de Janeiro, e agora é a vez de Tóquio sediar as Olimpíadas.

Transportar uma chama de um lado do mundo para outro não é uma tarefa fácil. Você pode viajar por terra, o que levaria uma longa viagem, ou por viagens aéreas. Mas como é feito esse transporte se a chama é um material muito perigoso para se levar em um avião? 

No entanto, devido ao seu simbolismo, a chama olímpica recebe uma dispensação especial. Para transportar a chama, ela é colocada em um recipiente especial, que é acompanhado por guardas treinados em combate a incêndios, caso algo aconteça.

Presidente do Comitê Olímpico.

Normalmente, quem realiza o trajeto aéreo é a transportadora nacional da nação anfitriã, que vai coletar a chama de Atenas. Nesse caso, é a Japan Airlines.

A companhia aérea japonesa repintou uma de suas aeronaves Boeing 787-8 com uma pintura especial para marcar a ocasião. A aeronave JA837J partiu de Tóquio(Haneda) às 13:07, horário local, ou 06:07, horário da Grécia.

O avião depois voou para o norte, através da Rússia até chegar à Europa. O voo contornou a Ucrânia passando pela Bielorrússia, Polônia, Eslováquia, Hungria, Romênia e Bulgária antes de entrar no espaço aéreo grego. Em seguida, aterrissou em Atenas às 18h23, horário local, 01:23 no dia seguinte, horário japonês.


A chama, amanhã, será levada de volta ao Japão a bordo do Boeing 787-8. Após a chegada, ela viajará pelo país como parte do revezamento da tocha olímpica. Em Londres, isso consistia em 8.000 portadores da tocha carregando a chama por 70 dias. Faltam 128 dias para os Jogos Olímpicos do Japão, sugerindo que um revezamento da tocha um pouco mais longo foi planejado.

Ainda não foi divulgado se haverá alteração na passagem da tocha visto que estamos em pandemia do coronavírus, que afeta praticamente todos os países.

 

Relembrar é viver

No Brasil, em 2016, mais precisamente em Brasilia, se iniciava o trajeto da tocha olímpica pelo país. As olimpíadas daquele ano seriam realizadas na cidade do Rio de Janeiro.

Na ocasião a nova marca da TAM Linhas Aéreas que se chamaria LATAM Airlines Brasil foi a responsável por realizar o trajeto da Grécia para Brasilia e para outras cidades, o trajeto internacional foi feito por um Boeing 767-300ER de matricula PT-MSY que foi pintado dias antes nas novas cores da empresa e recebeu uma pintura especial.

No trajeto doméstico, foi utilizado um Airbus A319 de matricula PT-TME que foi a primeira aeronave para voos domésticos a ser pintada e inaugurar o novo momento da empresa. A Aeronave recebeu também uma pintura comemorativa. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA