Um jato executivo Learjet 35A caiu em uma área residencial, de San Diego, nos Estados Unidos, enquanto estava se aproximando para pouso no San Diego Gillespie Field.

O acidente foi resultado de uma colisão da aeronave com fios de energia, enquanto estava se aproximando para pouso. Quatro pessoas estavam na aeronave, incluindo os dois pilotos do jato. Não há sobreviventes, e em solo o avião não atingiu nenhuma residência, carro ou pessoa.

O vídeo abaixo mostra que o avião pegou fogo logo que colidiu com o solo, como resultado da colisão com os fios, cerca de 3000 pessoas ficaram sem energia elétrica na região.

O Learjet 35A de matrícula N880Z solicitou momentos antes um procedimento para aproximação final da cabeceira 27R, visto que anteriormente o pouso pela cabeceira 17 foi negado, assim como o procedimento IFR, com uso de instrumentos para auxiliar o pouso.

A tripulação de voo também solicitou que as luzes da pista fossem acesas, ao que o controlador respondeu que “elas estão em 100% agora”. O piloto solicitou autorização para pousar e gritou “…que merda! oh merda!”, antes que a transmissão ficasse em silêncio.

Além das trocas de procedimento e a aproximação por IFR estar indisponível, também chovia na região no momento do acidente com o jato executivo. Funcionários da torre de controle disseram que no ponto abaixo, onde o avião sofreu o acidente, este estava com uma altitude de 700 pés, enquanto o normal é uma altitude acima de 1400 pés para aeronaves que realizam essa aproximação para a 27R.

A FAA e o National Transportation Safety Board estão investigando o incidente e não disseram o que levou ao acidente.

 

Via: AirLive

DEIXE UMA RESPOSTA