Jet Airways Índia Companhia Aérea

A Jet Airways, a companhia aérea indiana que suspendeu as operações no ano passado em meio a dificuldades financeiras, lançou uma quarta busca por um comprador.

Um documento no site da empresa de Mumbai, cuja versão também foi publicada em vários jornais indianos, estabelece um prazo de 28 de maio de 2020 para manifestações de interesse.

A Jet Airways publicará uma lista final de possíveis candidatos a resolução em 10 de junho de 2020. Estima-se que eles serão submetidos a uma “autoridade adjudicante” por volta de 23 de julho de 2020.

Entre os interessados que foram publicamente mostrados, está o ex-CEO da Avianca Holdings, German Efromovich, mesmo tendo algumas propostas recusadas, o executivo ainda não desistiu da compra da empresa.

Separadamente, a companhia aérea disse em uma divulgação na bolsa de valores em 13 de maio que seu plano de vender seus negócios na Holanda para a transportadora holandesa KLM não recebeu aprovação regulatória. A Coordenação de Aeroportos da Holanda, um coordenador de slots em aeroportos, em 11 de maio negou a aprovação do acordo.

A Jet Airways iniciou suas operações em 5 de maio de 1993 como um operador de táxi aéreo com uma frota de quatro Boeing 737-300 arrendados e, em janeiro de 1995, recebeu o status de companhia aérea programada, diz a companhia aérea.

A companhia realizou seu primeiro voo internacional de Chennai para Colombo em março de 2004, antes de ser listada nas bolsas indianas em fevereiro de 2005.

Devido a dificuldades financeiras e a incapacidade de cumprir as obrigações de dívida programadas, foi forçada a suspender as operações em 17 de abril de 2019.

 

DEIXE UMA RESPOSTA