A JetBlue anunciou hoje (20/06) que encomendou 13 aviões A321XLR, a partir de uma conversão de encomendas anteriores da companhia, mas para o modelo padrão A321neo.

A companhia ressaltou que essa aeronave será chave na sua frota, na realização de voos para a Europa a partir de Boston e Nova York, nos EUA.

Em abril de 2019, a JetBlue converteu 13 aeronaves A321neo de sua encomenda para a versão LR (longo alcance), a companhia confirmou que essa conversão foi a partir de aviões A321neo (Standard), e continua com 13 encomendas para o A321LR.

Anteriormente a companhia anunciou que suas primeiras ligações transatlânticas serão entre Nova York e Boston, até Londres, com início previsto para meados de 2021. A companhia não atualizou essa previsão, algo que só seria possível com o A321LR, visto que o A321XLR será entregue somente a partir de 2023.

Classe Mint da JetBlue.

A companhia ressaltou que vai equipar os seus A321LR e A321XLR com duas classes, sendo 16 assentos na “business”, chamada pela companhia de Mint. Quatro desses assentos serão do tipo mini-suite, possibilitando maior privacidade ao passageiro.

A JetBlue agora opera 193 aeronaves A320 e A321, e tem pedidos para 85 aviões A321neo, sendo 13 para a versão LR e mais 13 para a versão XLR, para a versão Standard a empresa tem 59 encomendas.

A JetBlue também encomendou 60 aviões A220-300 para substituir o A320ceo.

 

O Airbus A321XLR

O A321XLR foi lançado pela Airbus nesta semana, e fornece cerca de 15% a mais de alcance de voo nas mesmas configurações do A321LR, e retira uma incômoda limitação da versão anterior que não permitia voo de boa parte dos países do oeste europeu para o leste dos Estados Unidos.

A nova aeronave tem um alcance máximo de aproximadamente 8700 km, quando configurada com 206 assentos no interior. Em comparação, o A321LR tem 7400km de alcance máximo nas mesmas condições.