Foto - Divulgação

Na manha desta quinta-feira (21/02) cerca de 47 aeronaves foram apreendidas em mais de 13 fazendas, por suspeita de envolvimento com tráfego de drogas internacional.

A organização criminosa que envolvia pelo menos 100 pessoas era responsável por trazer e transportar drogas da Venezuela, Colômbia e Bolívia, para o Brasil, e levar para os Estados Unidos e Europa.

Cerca de 23 voos foram realizados para levar 9 toneladas de cocaína pura entre 2017 e 2018.

As autoridades não divulgaram especificamente os estados onde as aeronaves foram apreendidas. Pilotos estão sendo alvos da investigação por participação nos voos.

A ação de apreensão das aeronaves contou com a participação de pelo menos 400 policiais federais, além de militares da Força Aérea Brasileira e da Polícia de Goiás. Os mandatos de Busca e Apreensão foram realizados no Ceará, Distrito Federal, Goiás, Parana, Pará, Roraima, São Paulo e Tocantins.

Os investigados devem responder, na medida de suas participações, por tráfico transnacional de drogas, associação para o tráfico, financiamento ao tráfico, organização criminosa, lavagem de dinheiro e atentado contra a segurança do transporte aéreo