Itapemirim ITA
Foto: Gabriel Benevides/Aeroflap

Por atrasar o pagamento de taxas aeroportuárias ao Aeroporto do Galeão, a ITA Transportes Aéreos será obrigada a repassar R$ 1,28 milhão para a RIOGaleão, que administra o Aeroporto do Galeão.

Todo esse montante, de acordo com a decisão da juíza Flavia Poyares Miranda, da 28ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo, é somente das taxas de embarque pagas pelos passageiros juntamente com as passagens aéreas. A ITA deveria pagar essas taxas em até 30 dias após cada voo, mas nunca realizou este pagamento.

Após a aérea suspender seus voos na metade de dezembro, a RIOGaleão decidiu cobrar a dívida na justiça, pelas negativas da Itapemirim de realizar o pagamento.

Neste processo o Grupo Itapemirim ainda pode recorrer da decisão, sendo que a justiça cobra 1% de juros por mês a partir da data de fixação deste processo. Vale ressaltar que o Grupo Itapemirim está em processo de Recuperação Judicial, apesar do braço de companhia aérea não ser incluído nesse regime de administração.

 

As informações são do site Diário do Transporte.