Caças F/A-18C Hornet da Finlândia com um KC-135 Stratotanker da USAF. Foto: Força Aérea Finlandesa.

Um avião-tanque KC-135 Stratotanker da Força Aérea Americana (USAF) perdeu sua mangueira de reabastecimento em voo (REVO) durante o exercício multinacional Baltic Trident, envolvendo os EUA, Finlândia, Reino Unido, Alemanha, Lituânia, Estônia e Polônia. 

O incidente ocorreu no dia 16 durante um voo de reabastecimento entre o KC-135 e caças F/A-18 Hornet da Força Aérea Finlandesa. A organização confirmou ao portal Lentoposti que a mangueira se desprendeu da aeronave sozinha, sem qualquer tipo de contato com o caça finlandês. 

O objeto caiu no solo sem causar danos ou ferimentos. Apesar do bizarro incidente, o treinamento prosseguiu com outro reabastecedor no dia seguinte.

Caças F/A-18 Hornet, F-15 Eagle e Eurofighter Typhoon voando com um KC-135. Foto: Força Aérea Finlandesa.

Ironicamente, esse é a terceira vez que algo desse tipo ocorre com um KC-135 na Finlândia. Segundo o The Aviationistem 2015 uma mangueira se desprendeu de um KC-135 após receber danos de um Hornet durante uma tentativa de REVO. Novamente, no ano seguinte, outra mangueira se desprendeu durante um REVO com um Hornet, sendo encontrada um ano depois. 

Normalmente o KC-135 reabastece aeronaves usando sua lança traseira, que permite uma transferência de combustível mais rápida por ser rígida e ter um diâmetro maior. 

Porém, o avião recebe pods nas asas para transferir seu combustível para aeronaves equipadas com a sonda de reabastecimento, como no caso do F/A-18 Hornet.

Caças CF-188B Hornet reabastecendo com um CC-150 Polaris (Airbus A310 MRTT). Foto: Vic Lefrancois/Força Aérea Real Canadense.

Atualmente, os KC-135 Stratotanker estão sendo gradualmente substituídos pelos problemáticos KC-46 Pegasus, baseados no Boeing 767.