KLM

A KLM anunciou na noite desta quarta-feira (20/01) que está suspendendo todos os seus voos intercontinentais, após uma decisão do governo local com intuito de conter a disseminação do coronavírus. 

Ao todo cerca de 270 voos diários serão suspensos pela companhia, incluindo voos para o Brasil. A proibição começará a valer a partir do dia 22 de janeiro, e engloba até mesmo voos para algumas capitais de países europeus.

“Não podemos correr o risco de nosso pessoal ficar preso em algum lugar. É por isso que estamos interrompendo todos os voos intercontinentais a partir de sexta-feira, incluindo todos os voos para destinos europeus onde os membros da tripulação têm que passar a noite”, disse a KLM à mídia holandesa.

Em 20 de janeiro, o governo recomendou medidas mais rígidas para mitigar a disseminação contínua do coronavírus, incluindo toque de recolher e proibição temporária de voos para a África do Sul, países da América do Sul e Reino Unido. A Holanda está em um bloqueio desde meados de dezembro, com escolas, o setor de hotéis e lojas de varejo que vendem itens não essenciais fechados.

Anteriormente os passageiros precisavam apresentar um exame do tipo PCR, para Covid-19, com resultado negativo para entrar na Holanda.

Vários clientes já estão tentando buscar soluções com a companhia, que promete resolver todos os contratempos nos próximos dias. Até mesmo voos de carga e repatriação podem ser proibidos pela KLM.

Por enquanto a KLM disse que está “aguardando mais informações”, visto que a medida foi implementada há pouco tempo pelo governo local. A proibição das operações em determinados locais ainda tem que ser aprovada pelo parlamento, algo previsto para esta quinta-feira (21).


 

Em nota a KLM disse:

Em decorrência da nova regulamentação do governo holandês para entrada no país anunciada no dia 20 de janeiro, os voos da KLM com partida de vários destinos de longa-distância, incluindo o Brasil, e na Europa, serão cancelados a partir de 23 de janeiro. Os voos da KLM continuarão operando com passageiros de Amsterdã para o Brasil. As operações de carga serão mantidas.

Os clientes com reservas nos voos cancelados serão reacomodados sempre que possível. A KLM está fazendo o possível para reduzir a inconveniência para os passageiros.

Para consultar seus voos, o cliente pode acessar klm.com.br, na seção “Minha Viagem”. Para reagendar em outros canais e para obter mais informações, eles devem entrar em contato com a KLM através dos canais abaixo. Se a reserva foi feita por meio de uma agência de viagens, os clientes precisam entrar em contato com o agente.

A política flexível de remarcação da KLM ainda está em vigor. Para obter detalhes completos, consulte o site da KLM.

DEIXE UMA RESPOSTA