KLM faz parceria com empresa para testar biocombustível de café

No início de fevereiro a Lavazza e a KLM Royal Dutch Airlines assinaram um acordo que tornará a empresa italiana de café o primeiro parceiro italiano no programa de biocombustível da KLM.

A produção do biocombustível será através da indústria cafeicultora. 

O programa contribui ativamente para tornar o setor aéreo mais sustentável, estimulando a disponibilidade de combustível de aviação sustentável (SAF) em larga escala. O SAF tem o potencial de reduzir as emissões de carbono em até 85% em comparação com os combustíveis fósseis.

A cooperação entre a KLM e a Lavazza se encaixa perfeitamente com a iniciativa Fly Responsibly da KLM, já que a KLM assume a liderança na conquista de um futuro mais sustentável para a aviação civil, com o uso de biocombustível.

Como parte da Fly Responsibly, a KLM está convidando os passageiros a participar de seu programa de compensação CO2ZERO e solicitando às empresas que tornem suas viagens de negócios mais sustentáveis, participando do Programa Corporativo de Combustível Biológico.

“A KLM acredita que a produção de combustíveis de aviação sustentável a médio e longo prazo é importante para alcançar as metas de redução de carbono no setor de aviação. Ao fazer parceria com empresas como a Lavazza, podemos alcançar nossos objetivos muito mais rapidamente. A KLM não está sozinha em seu desejo de tornar suas operações mais sustentáveis. Muitas empresas de diversos setores pensam da mesma maneira. Estamos felizes em firmar parcerias com empresas para estimular a disponibilidade de combustível de aviação sustentável em larga escala, pois torna o preço economicamente mais competitivo com o preço do querosene fóssil. Dessa forma, a KLM pretende enviar um forte sinal para que todas as companhias aéreas façam mais para promover a aviação sustentável e reduzir significativamente nossa pegada ambiental conjunta”, disse Barry ter Voert, vice-presidente sênior de vendas da Air France KLM Group.

Lavazza é a primeira empresa italiana a apoiar o Programa Corporativo de Biocombustíveis da KLM. 


DEIXE UMA RESPOSTA