A KLM cumpriu há pouco, neste domingo (29), o último voo com o Boeing 747-400 transportando passageiros.

O 747-400 de matrícula PH-BFT, foi o responsável por esse último voo, assumindo o voo KL686, tendo origem da Cidade do México (MEX) para Amsterdã (AMS). A aeronave em questão, responsável pelo último voo, está na frota da companhia desde 1997.

O Boeing 747 ‘combi’ da KLM, utilizado neste voo final, está configurado para transportar 268 passageiros. A KLM tinha antes da recente crise um total de 8 aviões Boeing 747-400.

KLM utiliza o Boeing 747 desde 1971. Na foto temos um 747-200 com o DC-8.

Existem 35 assentos reclináveis ​​na classe executiva, distribuídos por dois decks. Esses assentos têm 80 polegadas de inclinação no modo horizontal e estão em uma configuração de 2-2 na maioria das fileiras. Ainda temos a presença da Classe Economy e Premium Economy.

Anteriormente estes aviões estavam previstos sair da frota em meados de 2021, mas a companhia ainda mantém outra versão do Boeing 747, na versão cargueira. A KLM opera com a versão 747-400 desde 1989, são praticamente mais de 30 anos com essa aeronave na frota.

O 747-400 foi substituído por aviões de nova geração, que proporcionam uma economia de combustível na ordem de 40%. A companhia optou pelo Boeing 787, apesar da clara redução de assentos.

 

Veja o momento da chegada dessa aeronave no vídeo abaixo:


 

DEIXE UMA RESPOSTA