Caça Eurofighter Typhoon Kuwait
Foto: Leonardo/Divulgação

O Governo do Kuwait recebeu autorização do Departamento de Estado dos EUA para comprar bombas e mísseis para seus novos caças Eurofighter Typhoon. Os armamentos, 751 bombas e 60 mísseis, estão avaliados em US$ 397 milhões. 

O acordo ainda deve ser aprovado pelo Congresso dos EUA. A compra é parte da modernização militar do Kuwait, cujos principais investimentos estão na aquisição 28 caças Boeing F/A-18E/F Super Hornet Block III e outros 28 Typhoon Tranche 3A, quatro dois quais já foram entregues para a Força Aérea do Kuwait (KAF).

Typhoon da KAF em voo de traslado. Foto: Força Aérea Italiana.

A lista de armamentos, divulgada pela Agência de Cooperação em Segurança e Defesa (DSCA) no dia 21/07, inclui os seguintes itens. 

Mk.84 bomba EUA
Bomba Mk.84 é a maior da série Mk..80, com 2000 libras. Foto: USAF.
  • 501 bombas de fins gerais Mk.83 de 1000 libras (453 kg); 
  • 350 kits de cauda KMU-556 para bombas GBU-31V1 JDAM. Estes kits transformam uma bomba Mk.84 comum em uma munição inteligente, guiada por GPS;
  • Kits de bombas GBU-48 Enhanced Paveway II, compostos por 702 unidades de MXU-667 Air Foil Groups (AFG) e MAU-210 Enhanced Computer Control Groups (ECCG). Como no caso anterior, esses kits transformam as bombas Mk.83 em munições inteligentes, guiadas por laser e GPS. 
F-2000A Typhoon da Força Aérea Italiana em Beast Mode. A aeronave carrega quatro mísseis AIM-120, dois mísseis IRIS-T, duas bombas GBU-48 Enhanced Paveway II, de 454kg, dois tanques de combustível subalares e um casulo Litening. Foto: Força Aérea Italiana.

A compra ainda inclui munições inertes e de treinamento, instrução de militares, documentação técnica e suporte técnico e logístico das companhias Raytheon Missiles and Defense e Lockheed Martin Missiles and Fire Control. 

“A venda proposta melhorará a capacidade do Kuwait de enfrentar as ameaças regionais atuais e futuras”, diz a DSCA em comunicado, afirmando ainda que “o Kuwait mostrou um compromisso com a modernização de suas forças armadas e não terá dificuldade em absorver essas armas em suas forças armadas.”

Apesar de já ter quatro de seus 28 caças Typhoon fabricados na Itália pela Leonardo, o Kuwait ainda espera receber seus Super Hornet. Os aviões estão com a Marinha dos EUA, parceira da Boeing no projeto. 

Super Hornet Kuwait
F/A-18E Suoer Hornet do Kuwait. Foto: Brian Barsley.