LATAM apresenta proposta firme para redução de salário dos tripulantes

LATAM
Foto - Airbus/Divulgação

No último dia 20 de outubro a LATAM voltou a fazer uma reunião com o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), para apresentar mais detalhes da proposta inicial da LATAM Brasil para diminuir a remuneração dos seus tripulantes, como parte do seu planejamento de reestruturação.

De acordo com a companhia, os tripulantes de aviões narrowbody e widebody deverão continuar com uma escala de 65 horas de voo por mês. O pagamento continua contabilizando os quilômetros voados, porém com alteração no valor pago de acordo com a função.

Os valores específicos ficarão disponíveis em uma reunião privada com funcionários (o sindicato retirou da apresentação pública para não expor os tripulantes). 

No entanto, haverá uma redução da remuneração na base dos salários dos pilotos, como listado no quadro abaixo:

A companhia se comprometeu com a manutenção dos empregos, e se o acordo foi aprovado, não haverá demissão de tripulantes. Contudo, a empresa deve abrir um PDV (Programa de Demissão Voluntária) e um Programa de Licença não Remunerada Voluntária.

A meta é enxugar seu quadro de tripulantes, e o PDV e PLR ficarão abertos durante 15 dias.

Os que já foram demitidos tem prioridade na recontratação. No entanto o tripulante terá que fazer uma nova entrevista e exame toxicológico (o CMA deverá estar ativo).


Uma nova reunião já está marcada para o dia 27 de outubro. Você pode conferir a live do Sindicato realizada no dia 20 no vídeo abaixo.

DEIXE UMA RESPOSTA